Comunidades de Prática

Um etapa importante do projeto prevê a formação de trabalhadores das secretarias estaduais e municipais de saúde na metodologia construída pela equipe. A formação tem como objetivo que os tutores e orientadores formados possam contribuir para o desenvolvimento futuro do dimensionamento de urgência e atuar como facilitadores em seus territórios.

A formação-intervenção-avaliação trabalhará dentro de uma concepção problematizadora do conteúdo, buscando a construção coletiva do conhecimento embasada em situações reais, a partir das vivências laborais dos alunos nos seus territórios. A metodologia privilegiará a troca de experiências, a aplicabilidade direta dos conhecimentos adquiridos e a adaptação dos mesmos à realidade de cada território envolvido. O método busca desenvolver uma visão crítica no aluno, preparando-o para o desenvolvimento de um projeto de intervenção relacionado ao dimensionamento da força de trabalho no âmbito da Secretaria de Saúde ao qual está vinculado.

 

ACESSO ÀS COMUNIDADES DE PRÁTICA: http://www.coppla.org.br/comunidades/planejamento-da-forca-de-trabalho-para-urgencias-e-emergencias