Profissionais da saúde e educação debatem melhoria da atenção básica

08/09/2017 2:54 p.m.
News image

Continua nesta quinta-feira, (10), o Seminário Interprofissionalidade na Educação e Cuidado em Saúde e o Programa Mais Médicos, que acontece no auditório Canoas do ILMD/Fiocruz Amazônia, em Manaus, com transmissão ao vivo pela internet, por meio do Telessaúde da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), através do link http://webconf2.rnp.br/uea.

O evento, que teve início na quarta-feira (09), é promovido pela Associação Brasileira da Rede Unida em parceria com a Fiocruz Amazônia e tem como objetivo intensificar o debate e a reflexão entre pesquisadores, estudantes, trabalhadores e gestores que atuam junto ao Sistema Único de Saúde (SUS) e que defendem o seu aprimoramento e ampliação em todas as regiões do país.

Confira a Programação

A mesa de abertura foi composta pelo coordenador da Rede Unida, Júlio Cesar Schweickardt; Érika Almeida, subcoordenadora da Coordenação Geral de Gestão da Atenção Básica, do Ministério da Saúde; Kátia Helena Schweickardt, secretária Municipal de Educação de Manaus; Lubélia Sá Freire, subsecretária Municipal de Saúde de Manaus e Sérgio Luz, diretor da Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia).

Na abertura da Seminário, o coordenador nacional da Rede Unida, Júlio Cesar Schweickardt, falou sobre os temas da programação do evento e anunciou a abertura das inscrições no site da Associação para o 13º Congresso Internacional da Rede Unida, que acontecerá em Manaus, no período de 30 de maio a 2 de junho de 2018. Inscreva-se!

A subcoordenadora da Coordenação Geral de Gestão da Atenção Básica do Ministério da Saúde, Érika Almeida, ressaltou a importância do seminário, principalmente para reflexão e revisão da Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) e o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), além do Programa Mais Médicos. "O momento é importante para atualizar as políticas e avançar no processo de formação e prática profissional", ponderou.

Para a subsecretária da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), Lúbélia Sá Freire, a participação dos agentes municipais nas discussões sobre vigilância em saúde é fundamental. "As questões do ensino/serviço e atenção primária se misturam é são fundamentais, por isso as discussões sobre os temas são necessárias", ressaltou Freire.

A secretária municipal de educação, Kátia Helena Schweickardt, enfatizou que o evento agrega informações que podem contribuir de forma positiva para a educação. Ela destacou a humanização da saúde, a transformação social, a formação de cidadãos plenos como os pontos principais na promoção de política de qualidade. Kátia informou ainda o apoio da Prefeitura de Manaus ao 13º Congresso Internacional da Rede Unida.

Segundo o diretor da Fiocruz Amazônia, Sérgio Luz, a importância do evento não apenas para os atores envolvidos, mas para a sociedade, principalmente pelo momento que o país atravessa na política. "O Brasil é um mosaico de raças, culturas e povos e por isso há diferentes modos de cuidar da saúde, da educação, da prática profissional. E nesse sentindo é importância do trabalho da Rede Unida, que atua de forma a considerar todas essas pluralidades", concluiu o diretor.